Preencher a declaração amigável de acidente

Importante para todos os condutores

segunda, 12 de julho de 2021

Quando ocorre uma colisão entre dois carros, os respetivos condutores devem preencher um documento oficial e apresentá-lo à Seguradora. 

Por isso, vamos dizer-lhe tudo o que precisa de saber sobre a parte amigável e, principalmente, como agir em caso de acidente e preenchê-la corretamente para evitar surpresas desagradáveis. 

 

O que é o acordo amigável?

Em primeiro lugar, é importante saber que o nome correto deste documento é Declaração Amigável de Acidente Automóvel (DAAA), embora seja, maioritariamente, conhecido como o acordo ou a declaração amigável.

A sua utilidade é clara: serve para os condutores descreverem detalhadamente como foi o acidente e quais os danos sofridos, para que o seguro apure quem foi o culpado. 

O documento é composto por duas folhas, de modo que, ao preencher a de cima, tudo fica escrito na de baixo. 

Importante: apenas uma folha é preenchida, e não uma diferente para cada um dos condutores.

O normal é que tenha algumas declarações amigáveis no carro porque as seguradoras costumam entregá-las quando o seguro é feito. 

De qualquer forma, é melhor verificar e, se não conseguir encontrar, peça-as junto da companhia de seguros. 

 

Quando preencher uma parte amigável?

A parte amigável é preenchida apenas quando há dois veículos envolvidos no acidente

Esta situação acontece na maioria das vezes, já que 85% dos acidentes de trânsito são colisões entre veículos. 

Outro requisito que deve ser cumprida é que os dois motoristas concordem, daí a designação “amigável”.

Se ambos não estiverem de acordo, não adianta preenchê-lo. 

Além disso, se o acidente for grave, houver vítimas ou causamos muitos estragos, a última coisa em que devemos pensar é no preenchimento da parte amigável. 

Nestes casos, deve-se ligar imediatamente para o 112 ou para a polícia. 

E o mais importante de tudo: quando tiver um acidente, não saia do carro logo de seguida sem precauções.

Pare o seu automóvel em local seguro, certifique-se de que não está a bloquear o trânsito e saia do carro com cuidado para falar com o outro condutor de forma educada e calma.

 

Como preencher uma declaração amigável?


Agora que lhe dissemos o que é e quando deve ser utilizada, é altura de lhe ensinarmos a preenchê-la passo a passo:

Parte 1: Dados de acidentes

Esta primeira parte inclui pontos de 1 a 5. Deve colocar:

- Data e hora do acidente.

- Localização e local: primeiro coloca o país e depois a localização exata. Se o acidente ocorrer num cruzamento, coloca-se as duas ruas. É importante ser conciso e colocar todos os detalhes.

- Vítimas: mesmo que o dano físico seja leve, deve ser adicionado. Por exemplo, se tiver um pequeno arranhão com o acidente, é melhor colocá-lo.

- Danos materiais no caso de danos em veículos diferentes dos dois envolvidos ou de objetos no interior do veículo afetados pelo acidente.

- Testemunhas caso sejam necessárias para apurar a falta.

 

Parte 2: Dados do veículo

Como pode ver na imagem do documento acima, o documento está dividido em duas partes exatamente iguais: uma azul e outra amarela.

Cada condutor preenche um deles, não importando qual o lado.

Esta parte inclui:

- Dados da pessoa segura. Atenção! O segurado não precisa ser o motorista.

- Dados do veículo.

- Dados da seguradora: irá encontrá-los na sua apólice. Os mais relevantes são o nome da companhia de seguros e o número da apólice. O resto é dispensável, embora seja conveniente preencher tudo.

- Dados do condutor.

- Ponto do choque: coloca-se uma seta a indicar onde ocorreu o contacto inicial.

- Danos: tudo o que observado derivado do acidente.

 

Parte 3: Circunstâncias

Essa é a parte fundamental para que a seguradora entenda o que aconteceu. 

Novamente, cada condutor preenche uma parte do documento. 

São 17 quadrados diferentes de cada lado, preencha tudo o que for necessário para esclarecer o acidente. 

Na caixa final, deve dizer quantas quadrados anteriores marcou.

 

Parte 4: Desenho

Na coluna de "circunstâncias" existe um espaço em branco onde deve desenhar a forma do acidente.

Não precisa fazer uma pintura hiper-realista, o mais simples e percetível é o suficiente.

Recomendamos que deixe algum espaço no quadrado, caso precise adicionar texto para esclarecer. 

No final do documento, os dois condutores que preencheram a parte devem assinar. 

 

Já preenchi tudo. E agora?

Como referido, ao preencher a folha de cima, a de baixo fica marcada.

Recomendamos que, se o outro condutor não tiver problemas, fique com o que preencheu, pois fica bem melhor e sua seguradora vai agradecer.

Com a peça em seu poder, deve entrar em contacto com sua seguradora até 7 dias após o sinistro e enviar o documento. 

Cada seguradora será responsável por reparar os danos causados ​​aos veículos em decorrência do sinistro. 

Em seguida, vão conversar entre si para determinar quem é o culpado, tomando como referência as informações recolhidas na declaração amigável do acidente.

Contrate o Seguro por dias para o seu veículo em 5 minutos

Agora é possivel fazer um seguro por dias de forma fácil e rápida, totalmente on-line, a partir de qualquer dispositivo.


Quer receber as nossas notícias?

Estas serão enviadas para o seu e-mail para que possa ler quando quiser.

Nunca compartilharemos seu email com mais ninguém.

Eu aceito as políticas de privacidade