A primeira multa de trânsito passada

A história destas tão famosas nos nosso dias

segunda, 26 de julho de 2021

A maioria dos condutores já apanhou, pelo menos uma vez desde que tem carta de condução, uma multa de trânsito.

A verdade é que são bastantes os erros que, derivados de distrações ou a pressa, nos podem levar a ser multados pelas autoridades na estrada.

Passar um semáforo vermelho, ir a falar ao telemóvel, circular acima do limite de velocidade permitido, estacionar mal o seu veículo… já conhece de cor as pssíveis infrações às leis do Código da Estrada, certo?

Mas, sabe qual é a origem das multas de trânsito como as conhecemos hoje em dia?

Na verdade, é algo complicado de adivinhar, pela longevidade da primeira multa de que há registo, tanto no espaço como no tempo.

 

A primeira multa no Antigo Egito

O grande Império egípcio, com a sua incrível cultura, as suas magníficas pirâmides e templos, entre outros, existiu há milhares de anos e eram bastante avançados para o seu tempo.

Mas, se o automóvel apenas foi apenas criado há qualquer coisa como 140 anos, como é que a primeira multa aconteceu há milénios atrás?

Vamos contar-lhe tudo.

Segundo a informação que consta num daqueles famosos papiros egípcios, o condutor de uma carroça, movida a cavalo, foi condenado por circular em estado de embriaguez no Antigo Egito, há cerca de 2800 anos.

Derivado do seu estado, a carroça chocou com uma estátua e atropelou uma criança.

Mais tarde, veio a sua sentença, nada amigável com as dos dias de hoje, veja as diferenças: o infrator foi condenado a ser enforcado à porta da local onde se embriagou e o seu cadáver não foi recolhido, para servir de alimento por aves de rapina.

Ainda bem que não vivemos nesses tempos, pelo menos neste aspeto…

Ao mesmo tempo, se vai beber, não conduza

Imagem: ACP

 

A primeira multa idêntica às atuais

Como se percebe, a multa anterior, felizmente, não tem nada de idêntico às que temos hoje em dia.

Então quando terá sido a primeira multa de trânsito oficial?

Voltando atrás no tempo 121 anos….

Em janeiro de 1896, no Reino Unido, a lei da estrada exigia que os automóveis circulassem até ao limite de 2 milhas por hora (3 km/h), e obrigava que, à sua frente, seguisse um homem a pé de bandeira vermelha em punho.

Num certo dia, Walter Arnold, um senhor que completamente apaixonado por automóveis, conduzia o seu veículo, um Arnold Benz, por Paddock Green, em Kent, Inglaterra, e circulava a uma velocidade muito superior à permitida por lei, oito milhas por hora (cerca de 13 km/h).

Ao ser mandado parar numa “operação stop”, ou melhor, por um agente da polícia que circulava numa bicicleta, foi multado e, assim, nasceu a primeira multa de trânsito da história!

O valor da mesma? Um xelim (moeda da época), mais custos.

O mais curioso desta história é que, passado pouco tempo, a lei foi alterada: velocidade máxima passou 2 milhas por hora (3 km/h) para 14 milhas por hora (23 km/h), além de já não ser obrigatório circular com um homem de bandeira vermelha em punho à frente.

Será que foi o senhor Walter Arnold a influenciar a criação de uma nova lei?

A mudança de lei motivou enormes festejos por parte de quem possuía automóveis na época, como se pode imaginar.

Juntaram-se e criaram uma corrida, denominada “Corrida da Emancipação” (Emancipation Race), que começava em Londres e acabava no sul de Inglaterra, em Brighton. 

Como não podia deixar de ser, Walter Arnold obviamente participou na mesma, e, inclusive, ganhou uma medalha de ouro devido à sua condução.

Esta corrida ainda se realiza anualmente, para participantes com veículos criados até ao ano de 1905!

 

 

Contrate o Seguro por dias para o seu veículo em 5 minutos

Agora é possivel fazer um seguro por dias de forma fácil e rápida, totalmente on-line, a partir de qualquer dispositivo.


Quer receber as nossas notícias?

Estas serão enviadas para o seu e-mail para que possa ler quando quiser.

Nunca compartilharemos seu email com mais ninguém.

Eu aceito as políticas de privacidade