Álcool ao volante: a atualidade e o futuro

É fundamental que tenha conhecimento das lei do álcool ao volante

segunda, 4 de janeiro de 2021

Conduzir um automóvel depois de ingerir qualquer tipo de bebida alcoólica é uma atitude bastante irresponsável e perigosa. Está a colocar em risco a sua vida, dos restantes passageiros e dos outros condutores na estrada.

A Seguropordias.pt deixa, por este meio, o apelo para que, se ingerir álcool, não conduza!

Futuramente, a legislação vai ser alterada. Na sede da União Europeia é uma ideia que ganha, cada vez mais, força.

O objetivo é acabar com a taxa de alcoolemia, isto é, baixá-la até zero. Uma decisão histórica que protege todos os condutores na estrada.

 

 

Claramente, a forma mais segura de conduzir é sem qualquer sinal de álcool no seu corpo.

No entanto, atualmente, alguns Códigos de Estrada permitem uma taxa máxima legal, que é, na maioria dos casos, reduzida. Relembramos, mais uma vez, que em Portugal pode conduzir com uma taxa máxima de até 0,5 gramas por litro de sangue.

Chamamos a sua atenção, ainda, para o facto de, por vezes, na manhã seguinte a ter consumido álcool pode estar a acusar, se for testado.

Desta forma, recomendamos todo o cuidado. 

Mesmo para aquele pôr do sol magnífico em frente à praia, em que o mojito e a companhia dos amigos estavam ótimos, o que levou a uma noite de excessos.

 O tempo necessário para o álcool ser eliminado do corpo depende da quantidade e tipo de bebida ingerida, do sexo a que pertence, do peso, da idade, entre outros fatores.

 

As novas ideias para mudar a lei na União Europeia

Têm surgido, no seio da União Europeia, opiniões bastante válidas que querem alterar as legislações em relação à taxa de alcoolemia permitida aos condutores. 

O argumento central baseia-se no que mostram as estatísticas: 25% dos acidentes são causados por altas taxas de consumo de álcool e, pelo menos, 5 mil mortes por ano na Europa.

Desta forma, surge a necessidade de mudança. A União Europeia quer seguir o exemplo de alguns países membros, como verá de seguida, e reduzir drasticamente a taxa permitida, até ao nível 0.0. 

Assim, a segurança estará, no que ao álcool diz respeito, assegurada.

Espera-se que nos próximos anos esta medida seja aplicada a todos os estados membros.

 

A legislação atual na Europa

O continente europeu segue-se por uma linha de políticas comuns e que, neste caso, são idênticas a quase todo o mundo.

Se está a pensar ir viver para estudar ou trabalhar para o estrangeiro, ou até numa viagem longa pela Europa, deve manter sempre estas informações consigo.

Na atualidade, pode atravessar várias fronteiras na mesma viagem e as legislações destas serem completamente distintas e, assim, num dos países estar completamente dentro dos limites e, noutro, estar a incorrer numa infração que levará ao pagamento de uma grande multa.

Em terras de “nuestros hermanos”, Espanha, o limite é igual ao nosso, 0,5 g/l, exceção para quem está no regime probatório, que aí vai até aos 0,3 g/l.

Limites como este (o,5 g/l) fazem também parte da legislação de países como Alemanha, França, Itália, Holanda, Suíça, Dinamarca, Finlândia, Áustria, Bélgica, Luxemburgo, Croácia, Eslovénia, entre outros. 

Tal como referimos anteriormente, se estiver, neste caso, na Alemanha pode acusar0,5 g/l. Mas, se passar a fronteira para República Checa e, depois, para a Polónia os limites vão mudar drasticamente e, se for testado, vai sofrer graves consequências legais.

Na República Checa não pode acusar qualquer álcool no sangue, ou seja, o limite é 0. Na vizinha Polónia o limite já chega a 0.2 g/l. 

Fica provado a importância de ter este tipo de conhecimento, quando estiver a cruzar países.

Roménia, Hungria, Bulgária e Eslováquia são exemplo de Estados onde não pode ter qualquer vestígio de álcool no corpo caso conduza. 

As penalizações nestes casos são, obviamente, duras.

No Reino Unido, a Inglaterra, o País de Gales e a Irlanda do Norte permitem que um condutor possua até um máximo de 0.8 g/l. Por outro lado, na Escócia a legislação obriga a um máximo de 0,5 g/l.

Como referimos, a previsão futura é que esta informação se altere, já que todos países terão a legislação de álcool 0.0.

 

 

À volta do mundo

No Brasil, as normas apontam para que o condutor não possa acusar qualquer grama de álcool no sangue. 

No Canadá é permitido até um máximo de 0.8 g/l, enquanto na China o limite é 0.2 g/l.

Nos Barbados a legislação é, no mínimo, curiosa. Não existe qualquer limite de consumo de álcool para conduzir, mas pode ser detido se mostrar que não está apto à condução. 

No Haiti não existe, igualmente, um limite definido, mas conduzir bêbado é considerado como uma ofensa pública.

Nos Estados Unidos da América, as leis variam entre Estados. A maioria tem como limite a referência mundial: 0.5 g/l.

 

Se beber álcool, não conduza. Se estiver a viajar de carro por algum país, que não Portugal, tenha esta informação como referência, para não correr riscos.

A Seguropordias.pt apela mais uma vez à segurança de todos na estrada.

Contrate o Seguro por dias para o seu veículo em 5 minutos

Agora é possivel fazer um seguro por dias de forma fácil e rápida, totalmente on-line, a partir de qualquer dispositivo.


Quer receber as nossas notícias?

Estas serão enviadas para o seu e-mail para que possa ler quando quiser.

Nunca compartilharemos seu email com mais ninguém.

Eu aceito as políticas de privacidade