As marcas que mais venderam em 2021 no nosso país

O pódio é dominado por marcas francesas

segunda, 10 de janeiro de 2022

Com o final do ano de 2021, chegaram os resultados e as contas da indústria automóvel em Portugal.

Um ano atípico, mais uma vez, devido às restrições e confinamentos provocados pela pandemia do vírus Covid-19, por um lado, e pela crise dos chips dos automóveis, por outro.

Assim, estes fatores resultam numa diminuição das vendas, em comparação com os valores que se registavam antes da pandemia.

Segundo a Associação do Comércio Automóvel de Portugal (ACAP), 2021 foi um ano difícil e o novo ano não traz com ele perspetivas de grandes mudanças.

No entanto, mesmo assim, em 2021 as vendas automóveis subiram 1,9% em comparação com o ano de 2020 (no primeiro ano da pandemia, registou-se uma descida de 33,9%), segundo os dados oficiais da ACAP.

O número total de vendas foi de 180.277 unidades e 80% deste número é referente a veículos ligeiros de passageiros.

Mas, e quais serão as marcas que mais venderam em Portugal?

A Seguropordias.pt conta-lhe tudo, desde o pódio ao top 10!

Se em 2022 está a considerar comprar um automóvel, sabe o que é o crédito automóvel?

 

As marcas que mais venderam em 2021 no nosso país

Tem alguma noção de quais poderão ter sido as marcas que mais venderam automóveis durante o último ano?

Dizemos-lhe, desde já, que existem duas marcas francesas no pódio.

 

Peugeot em primeiro lugar

Em primeiro lugar do pódio, temos a marca francesa Peugeot.

No ano de 2021 vendeu 17,6 mil unidades de automóveis, com uma subida de 11% relativamente ao ano anterior, segundo o Jornal Económico.

Desta forma, a sua quota de mercado está, agora, centrada nos 12%, sendo a maior, obviamente.

 

Renault perde a liderança 

A Renault, marca francesa que liderava o mercado automóvel português há 20 anos, perdeu a liderança em 2021.

As suas vendas desceram cerca de 15% no último ano, e, por isso, desceu para o 2º lugar do pódio nacional.

Mesmo assim, foram vendidos mais de 15 mil automóveis da marca.

A sua quota de mercado está nos 10,5%.

Mercedes-Benz mantém o terceiro lugar

Os números mostram que as vendas da fabricante alemã desceram no último ano, 17% mais precisamente.

Assim, foram vendidas 11,3 mil unidades de automóveis Mercedes, quando em 2020 tinham sido vendidas mais de 13 mil.

Desta forma, a marca fechou o ano com uma quota de mercado de 7,7%.

 

BMW em quarto lugar

Os números revelam que uma das grandes concorrentes da Mercedes, a também alemã BMW, quase a destronou no pódio do mercado nacional.

A marca registou um crescimento de 7% em relação a 2020, registando 11,2 mil unidades vendidas.

Será interessante analisar esta “rivalidade” no decorrer do ano de 2022 e ver se a BMW consegue alcançar a Mercedes ou, se por outro lado, a Mercedes mantém a sua posição.

 

O top 10

O final do top 10 do mercado automóvel nacional é composto por algumas das marcas mais conhecidas no nosso país, como seria de esperar.

O quinto lugar foi conquistado pela francesa Citroen, o sexto pela Toyota, sétimo pela Hyundai, e a Volkswagen, Seat e Nissan ocupam os últimos três lugares, por esta ordem respetivamente.

A Citroen, a Toyota, a Hyundai e a Volkswagen conseguiram aumentar os números das suas vendas, em comparação com o ano anterior.

Neste campo específico, destaque para a Toyota e Hyundai, que alcançaram um crescimento notável de 26,9% e 49,3%, respetivamente.

Por outro lado, a Seat e a Nissan desceram nas unidades de automóveis vendidos.

A título de curiosidade, a marca de automóveis elétricos norte-americana Tesla vendeu mais de 1500 automóveis.

Finalmente, fora do top 10 mas a merecer o destaque, a Dacia registou um crescimento de 62% neste último ano, com mais de 5 mil automóveis vendidos.

Contrate o Seguro por dias para o seu veículo em 5 minutos

Agora é possivel fazer um seguro por dias de forma fácil e rápida, totalmente on-line, a partir de qualquer dispositivo.


Quer receber as nossas notícias?

Estas serão enviadas para o seu e-mail para que possa ler quando quiser.

Nunca compartilharemos seu email com mais ninguém.

Eu aceito as políticas de privacidade